Ads Top

Quem disse que acreditar no amor é ruim?

Eu acredito no lado bom - ECEA - Blog de textos

Muita gente diz que sou inocente demais, que sempre me iludo demais onde claramente não há nada. Bom, se tentar acreditar no melhor daspessoas é ser inocente, então sim, eu concordo que sou. Não é que eu espere um príncipe encantando, montado num cavalo branco. Eu só acredito no amor. Clichê, me diriam. Mas e qual o problema em ser clichê? Só porque é difícil encontrar aquele amor de tirar o fôlego, não significa que eu não vou encontrar. Na verdade, acredito que só significa que quando eu encontrar, toda a demora e as desilusões anteriores terão valido a pena.

Talvez o problema seja que eu sempre deposito todas as fichas naqueles que se apresentam como o cara certo para mim. Eu realmente acredito que eles são “o cara”. Então, eu insisto até o fim. Até depois do fim. Eu quebro a cara, e ainda assim piso em cima do meu orgulho e tento mais uma vez. É que, de verdade, eu nunca fui boa com finais.

Sou daquele tipo de pessoa que acredita que todo mundo merece uma segunda chance. E mais uma segunda chance da segunda chance que ganhou, e assim num ciclo infinito. Eu até tento desistir quando vejo que vou me machucar: vou lá e coloco um ponto final. O problema é que logo depois eu acho que só aquele ponto final não foi suficiente para mostrar (para mim mesma) o quanto eu queria acabar com aquilo, então coloco mais um. E mais um. E pronto, o ciclo se repetiu, foi criado assim mais uma reticência e menos três pontos finais.

Mesmo sabendo bem no fundinho que eu vou me machucar absurdamente mais do que eu iria se desistisse no primeiro sinal, eu insisto. Aqueles pensamentos intrusivos de “e se ele for mesmo o cara da minha vida?” “e se eu desistir agora e nunca me perdoar?” parecem não me deixar em paz, então, mais uma vez, eu insisto.

Pode até ser errado esse jeito de pensar, esse acreditar demais. Só que apesar das pessoas por aí fingirem que relacionamentos não tem brigas nunca, eles têm sim e às vezes machucam um pouquinho. O importante mesmo é o lado bom nunca deixar de ser maior que o ruim. Se eu deixar de acreditar e lutar ouvindo o coração hoje, além de deixar de ser eu, posso acabar desistindo do amor por nada. E definitivamente, eu não quero correr esse risco.

Imagem: Weheartit

Quem disse que acreditar no amor é ruim?- ECEA - Blog de textos

Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.