Ads Top

Sobre os anseios dentro de uma crise.


Diferente de todas as vezes que eu consigo recordar, as lágrimas não escorreram. A tempestade não deixou de vir, mas se instalou aqui dentro dessa vez. Começava nos pensamentos, machucava o coração e fazia minha alma chorar. Senti vontade naquele momento de abrir a porta do roupeiro, encontrar meia dúzia de blusas, calcinhas e sutiãs, aquela minha calça jeans surrada e um par de tênis, colocar na mochila e sair. Eu não via mais motivos para ficar.

Não sabia para onde ir também. Para onde mesmo se vai quando na verdade você quer sumir do mundo? Receio que essa resposta não possa ser encontrada no google. Sair sem rumo? Ir até a rodoviária e comprar a passagem para o mais longe que minhas economias pudessem pagar? Deixar o destino me levar?

É difícil descrever a sensação de ver o seu mundo desabando aos seus pés. São turbilhões de pensamentos passando cada vez mais rápido e sem forma. É como se eu não pudesse respirar, como se todo o ar do mundo tivesse acabado. A sensação de que eu nunca mais poderia ser feliz novamente tomava conta de cada centímetro do meu corpo, como se a esperança tivesse morrido. Como se eu tivesse desabado junto. Era quase como se eu não existisse mais. Eu não me sentia viva. Eu não queria estar viva.

Você para de ver sentido nas coisas. Todas aquelas coisas que enchiam meu coração de alegria e faziam meus olhos brilharem, tornaram-se tão sem graça naquele momento. Era como se eu estivesse num inverno sem fim, retratado numa fotografia em preto e branco. É difícil lidar com algo assim. Eu não tinha forças para pedir ajuda. Os sentimentos bons vão embora e o medo e a tristeza tomam conta de todo o espaço. É impossível ver uma luz sequer.

Eu sentia vontade de gritar, mas a voz não saia. E se saísse, de que importava, se ninguém iria me ouvir? Eu já tinha me afastado de todos. Essa situação não vem do nada. Ela chega devagar, tão lentamente que você não consegue notar. Então ela prepara cada mínimo detalhe. Você passa dias com aquela sensação de infelicidade, mas não entende o porquê. Como consequência disso, eu me isolei. Estava triste, sem humor para conversas informais. Sem vontade de levantar da cama para ir trabalhar. Fiquei sozinha, por opção.

E quando você percebe que se afastou dos seus pilares é quando a crise vem. Isso torna ela ainda maior. É fácil passar pelos problemas diários quando você tem onde se apoiar. Mas quando está sozinho, no meio dessa tempestade que insiste em continuar cada vez mais forte dentro de você, parece que não há solução. Eu não via solução, não via saída. Eu me afundava mais e mais no meu próprio mar de pensamentos.

Felizmente, essa sensação tão ruim passa. Algumas vezes, deixa sequelas. Psíquicas e até físicas. E em todas as vezes deixa uma enorme marca negra na lembrança. Você não pode mais voltar atrás sobre como decidiu enfrentar aquele momento. Você não pode esquecer como é se sentir sem chão. Porém, você pode deixar isso para trás. Agora você tem voz de novo. Você pode voltar para onde é seguro e pedir ajuda. Agora eu podia ser, diferente do que senti, feliz. Só dependia de mim.


18 comentários:

  1. Flor eu adorei o blog....
    Parabbéns
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bárbara. E seja muitíssimo bem vinda ♥

      Excluir
  2. Adorei o seu texto.

    Sentidoemocional.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto! Bem real, tão real que me encontrei nele. Estou exatamente passando por uma fase assim, mas tudo passa... Espero que eu não fique com mais sequelas, mais ainda das que já tenho.
    bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
  4. Estou apaixonada pelo seu blog.
    Enquanto ao texto, eu gostei bastante e muitas vezes eu senti vontade de ir pra um lugar muito longe. E graças a Deus que esse sentimento realmente passa.

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto! Tão verdadeiro! Todos nós passamos por esses momentos de crise, né? Mas como você disse, felizmente, eles são passageiros, e muitas vezes vem muita coisa boa depois delas :)
    Beijos
    https://blog-mundodalua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do seu texto.
    Às vezes, a gente se sente exatamente assim, mas é ter fé que esse sentimento vai passar. E ele passa. Mas a sensação é tão angustiante! :(
    Beijão!

    www.plataformaviajante.com.br

    ResponderExcluir
  7. Realmente amei teu texto, eu já passei por situações como está, e estou me recuperando, a sensação é horrível o desanimo toma conta do nosso ser. Mas hoje tenho dias muito ruins e outros ótimos mas o importante é que estou conseguindo compartilhar e pedir ajuda aos meus amores!!!

    ResponderExcluir
  8. Adorei o texto. Parabens pela escrita. Realmente quando nos perdemos é miito dificil se achar. Ainda mais quando o problema é simplesmente querer sumir.
    Parabens mais uma vez pela escrita!!! Eu amo textos assim e com certeza voltarei para conferir outros ❤️ Bjs

    ResponderExcluir
  9. É intenso e chega a doer na gente também. Seu texto foi tocante.
    Essas fases, quando passamos por elas, achamos que não vamos sair nunca mais, mas, no fim elas servem para nos ajudar a crescer, nos fazer melhor, amadurecer... tudo é lição nessa vida. Precisamos de muito amor próprio e muita força de vontade.

    Arraosu gata!!!

    Beijos
    www.maedebatom.com.br

    ResponderExcluir
  10. Descreveu parte dos meus piores momentos! O isolamento, os pensamentos que te sabotam, a melhora por si própria... as sequelas, as lembranças desses maus momentos...
    Ainda bem que tudo passa! Pode demorar, mas passa! Sequelas? Sim, que servem pra mostrar que apesar delas, sobrevivemos e ainda temos força pra lutar!
    Força pra nós!
    Amei teu texto.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Esse texto me lembrou de uma crise que eu passei não tem muito tempo. Eu me sentia muito triste, desmotivada e, pra mim, não tinha sentido falar sobre isso com alguém. (Na verdade, eu não converso muito com pessoas, de qualquer jeito)

    Mas, como você disse, passa :) eu estou né melhor!

    Ah, e seus textos estão cada vez mais maravilhosos ❤️

    ResponderExcluir
  12. Acho que já comentei que amo seus textos. Se não, estou dizendo isso agora!! Você escreve muito bem, moça. ❤️ Eu me vi no seu texto, já senti vontade de juntar meia dúzia de roupas e sair por aí sem rumo. Mas como tudo passa, essa crise passou. Enfim, adorei o texto. ❤️ beijos!!

    ResponderExcluir
  13. Adorei o seu texto. Parabéns pela escrita!
    Nunca passei por esse tipo de angústia, na verdade nunca cheguei a ter nenhum tipo de crise. Então não sei muito bem como é viver essa situação, mas imagino que seja muito difícil sair dela.

    ResponderExcluir
  14. "Ficar sozinha, por opção"... É bem isso. Muitas vezes as circunstâncias nos engolem, atacam nosso íntimo mais profundo, e aceitamos que é o fim. Temos tudo para reagir, coisas para nos envolver e seguir em frente, mas não reagimos. E se pensamos em algo é em fugir, mas não em lidar com a situação. Mas quando a crise passa de repente é fácil pensar e reconhecer que podemos ser independentes e dar a volta por cima. É a lei da vida.

    www.juhlihipy.com

    ResponderExcluir
  15. Não tinha comentado antes, mas adorei as nova cores do blog <3. Esse banner tá muito lindo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Acho que se meus pais já tivessem dormindo, eu teria chorado. Estou passando por isso agora. Me vejo no meio dessa tempestade. Estou lutando para melhorar, mas é difícil e saber que outras pessoas entendem ajuda. Obrigada.

    ResponderExcluir
  17. Crises nunca são fáceis, elas chegam sem que a gente perceba e quando se dá conta já não sabe como sair dela. O que mais dói, na minha opinião, é se sentir sozinha e ver que as pessoas que vc mais precisa que te apóiem não entendem o que se passa com você, e o resultado disso é que a gente se afasta e tudo piora. Mas como você mesma disse..um dia passa. lindo texto. Bela reflexão. Beijos!

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.