Ads Top

Ela era primavera, ele verão.


Ela andava e floria, 
como uma eterna primavera.
Ele sorria e aquecia tudo ao seu redor, 
como o melhor do verão.

O sol e a flor.
Um encontro do amor.
Ele iluminava o mundo dela, 
assim como ela coloria o mundo dele.

Um encaixe perfeito.
Só mais um passo.
Um beijo.
O mundo parava.
Parou.

Não o mundo inteiro, 
mas o deles, ah, o deles parou.
Naquela tarde de inverno a flor e o sol foram um só.
Primavera e verão, pulso a pulso, um só coração.

Só mais um beijo.
Um toque.
Um olhar.
Ah, o olhar.

Aquele olhar.
Aquele que mesmo sem os lábios 
pronunciarem uma só palavra, grita:
"É amor"

Não podiam voltar atrás
Naquela tarde de inverno a flor e o sol aceitaram
Primavera e verão se apaixonaram.



Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.