Ads Top

Esqueça o passado, vamos viver (e amar) o presente.


É sempre igual. Parece que não conseguimos aceitar. Às vezes, no meio de tantas das nossas brigas tão frequentemente infundadas, parece que precisamos disso para argumentar. Precisamos alegar tudo que aconteceu antes. Gritamos, choramos e jogamos na cara. Aquele passado. Aquele começo. Aquilo tudo que aconteceu antes. Tão antes.

Porque, meu amor, é claro que tivemos um passado. E quem não tem? É tão normal. Faz parte do roteiro. Temos essa péssima mania de achar que as coisas deveriam ter sido tão belas como são hoje, tão fáceis e naturais, como se o medo não fizesse parte, como se não tentássemos esconder e evitar cada possível fração de sentimento que pudesse vir a existir.

Não me entenda errado, por favor. Eu sei que aqui dentro, e aí também, o coração já pulava ao ouvir qualquer palavra ao som da sua voz. Eu sei que nossos corpos estremeciam ao toque tão caloroso, e bem no fundo, tentando disfarçar, afetuoso também, do outro. Eu sei que o amor existia, apesar de tão negado.

Mas nós não podemos nos enganar e achar que foi sempre como é hoje. O passado está lá, e não importa o quanto a gente pense nele, procurando furos e respostas, ele vai continuar existindo exatamente igual, no mesmo lugar, à desgosto das paranoias que insistem em assombrar nossas mentes vez ou outra. As tentativas de fugir, de não aceitar que o sentimento crescia mais e mais a cada dia, por mais dolorosas que sejam hoje, continuam lá.

É tão bobo, eu sei. Gostaria tanto quanto você de não termos evitado tanto. Gostaria de não ter feito desse início algo que machuca. Mas foi feito. E ficou pra trás. O amor venceu. Cada uma das tentativas, o amor venceu. E o amor, nosso amor, é tão lindo. Ele existe no presente e vai continuar existindo no futuro. Em dois tempos tão belos e tão mais importantes que esse passado que insistimos em visitar. Me perdoe por estragar o começo da história. Mas vamos lembrar, daqui pra frente, que ainda tem muita história pra ser escrita. Muita história de amor. Esqueça o passado, vamos viver (e amar) o presente.


2 comentários:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.