Ads Top

O amor é uma variável



Eu tenho tanta coisa aqui dentro, tanta loucura e sentimentos embaraçados, quase explodindo para sair em uma completa bagunça, que sinceramente, eu não saberia nem por onde começar a explicar. Não encontraria, em dicionário nenhum por aí, palavras certas para usar. Talvez porque, quem sabe, simplesmente, o amor não possa ser explicado.

Vejo esse amor como uma variável. Algo em constante crescimento. Como se toda vez que eu estivesse chegando perto de conseguir entender, de conseguir explicar, ele desse um pulo e aumentasse. É assustador. É encantador, também. Não ter ideia da proporção que isso pode chegar, seja em uma semana ou em uma vida. É como se eu vivesse para lhe amar. Ou lhe amasse para viver. Provavelmente os dois.  

É só que, ter alguém assim por mim, alguém para eu estar disposta também, alguém para eu fazer feliz, para cuidar, proteger, fazer cafuné, abraçar, numa tarde fria tomar um café, ou um banho de chuva no verão, alguém assim, caminhando lado a lado comigo de mãos dadas, ter alguém assim, é assustadoramente bom. Tão bom que esse amor quase não cabe em mim.

Então ele transborda. Porque, afinal, ele cresce tanto todo dia que jamais caberia todo aqui. Ele transborda. Em beijos. Em carícias. Em declarações apaixonadas, sussurradas no seu ouvido, enquanto o sentimento tão embaraçado desfaz o nó, e deixa uma ou outra lágrima, daquelas tão raras lágrimas de amor correspondido escorrerem pelo meu rosto e encontrarem as que escorrem, tão igualmente apaixonadas, pelo seu.

Transborda em abraços e em carinhos. Transborda no toque tão enamorado dos meus dedos em seu corpo. Transborda em tantos sorrisos que deixam os músculos do rosto doendo. Transborda em gargalhadas, em olhares fascinados, em palavras jogadas assim, como essas, tantas vezes sem sentido, sem nexo, com a impossível missão de falar sobre o amor. Sobre esse amor. 


Um comentário:

  1. Meu novo texto favorito! Escritora fantástica!

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.