Ads Top

Resenha: Primavera eterna


"Você acha que é o nosso primeiro amor que nos move por toda a vida?"

"O vento remexia os cabelos loiros que corriam à minha frente. Atrás, eu era espuma, Scarlet, arco-íris, laço de fita, as tranças de Rapunzel caindo ao vento, num túnel de luzes coloridas, estrelas, meu coração batendo no chão junto dos pés, tum-tum-tum, e eu era Cinderela, era todas e nenhuma."

Quando tinha apenas 12 anos, Maia se apaixonou. Não teve dúvidas de que era ele, quando viu aqueles lindos cabelos loiros sentado perto da casa de campo de seus pais, mesmo sem entender sobre amor, ela tinha certeza de que ele era o dela. Por ironia do destino, a viabilidade dessa paixão teve seus dias contados, já que Diogo fora embora para os Estados Unidos com os pais.
Publicitária por formação e escritora de coração, Maia é bem sucedida profissionalmente, tem um namoro estável, um trabalho em uma agência estável, uma vida estável. E um amor de infância muito bem guardado pelo adorável garoto de cabelos dourados que conheceu há muito tempo. Quando começa a questionar o futuro de seu relacionamento, Maia percebe que nunca poderá ser feliz sem ir atrás de pelo menos uma chance com o seu verdadeiro amor. Tudo bem que ele nunca respondeu nenhuma das apaixonadas cartas que por tanto tempo ela enviou, ainda assim, ela precisava dessa tentativa. Em um instante de loucura, pediu férias na agência e foi para Nova York atrás de sua resposta, atrás de reencontrar Diogo depois de mais de uma década separados.

Esse livro me conquistou do começo ao fim. Desde a capa até a forma como os capítulos foram distribuídos, os personagens construídos e a história contada. A inocência da personagem Maia me fez criar um carinho por ela, e o fato de ela ser publicitária e escritora fez com que eu me identificasse muito, aumentando um pouquinho o carinho.
A leitura é fácil, gostosa e rápida. Daqueles livros que a gente senta com uma xícara de chá do lado e cerca de uma hora depois já devorou a história toda.
Apesar de eu querer muito saber como se resolve a vida amorosa da personagem, o final do livro foi feito com maestria. Faz com que o leitor, sinta assim como a personagem, que depois de ler a sua história finalmente se encontrou. O reencontro da personagem com seus sonhos de criança nos faz acreditar que também podemos ser o adulto que sonhávamos ser quando pequenos.


Ficha técnica:
Título: Primavera eterna
Título original: Primavera eterna
Autor: Paula Abreu
Editora: Arqueiro
Ano: 2014


Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.