Ads Top

Resenha: As patricinhas



"Você conhece, eu conheço, não é preciso sequer estudar em Yale para conhecer a frase mais famosa de F. Scott Fitzgerald em O grande Gatsby: 'Os ricos são muito diferentes de nós.' Dizem que Ernest Hemingway teria respondido: 'Sim. Eles têm mais dinheiro.' Fala sério. Aí vai o que ele deveria ter dito: 'Sim. As festas deles são maiores e melhores.'."


Megan Smith, a irmã feia, acabou de se formar em jornalismo da universidade de Yale. De presente, ganhou uma dívida de 75 mil dólares, o valor de seu financiamento estudantil. Sem conseguir um emprego em uma revista, como ela mesmo diria, mais substancial, Megan aceita o trabalho na revista Scoop, uma revista de fofocas, para poder pelo menos pagar sua parte do aluguel para sua colega. Quer dizer, ela pagaria, se não fosse assaltada e seu prédio não tivesse pegado fogo, acabando com cada centavo de suas economias.
Sem muitas opções, Megan aceita a proposta de sua editora, Debrah Wertzel, que a indicou para ser professora particular, durante dois meses, das futuras bilionárias patricinhas de Palm Beach, as gêmeas Sage e Rose Baker. Sem ter recebido muitas informações sobre o trabalho, Megan é mandada - de jatinho particular!- para a Flórida, onde encontra a avó das garotas e recebe a proposta: 1500 dólares semanais, uma estadia na mansão da família, mais um bônus no valor de 75 mil dólares caso ela consiga a tarefa de colocar as gêmeas para dentro da faculdade.
A tarefa de conseguir colocar as gêmeas na universidade parecia impossível, mas Megan vê uma oportunidade de uma matéria incrível, escancarar o mundo dos riquinhos de Palm Beach e mostrar quem eles realmente são. A chance perfeita para alavancar sua carreira jornalística.
Com o desafio lançado, Megan percebe que para conseguir atenção das patricinhas ela precisa estar no mesmo mundo. Com ajuda do cozinheiro da mansão e seu namorado, ela percebe que naquele mundo o que vale é a aparência (e a dela, até então, estava devendo e muito, na escala das gêmeas). Depois de uma transformação, a personagem conhece um novo mundo - e junto com isso, novos amores, o que pode comprometer seu namoro com James.

O livro As Patricinhas, de Zoey Dean (que por sinal não é uma escritora, mas sim um casal!) é o que podemos chamar de um clássico chick lit. Divertidíssimo do começo ao fim, damos boas risadas com as mancadas que a personagem dá durante a narrativa. Eu li o livro em questão de dois dias e só não li em um por falta de tempo mesmo. Aprendemos com a Megan também, que as aparências podem enganar e que viver de pré-julgamentos sempre dá problema no final.
O livro deu origem a série "Privileged" exibida pelo canal Warner Channel, que pelos comentários, deu uma boa alterada no conteúdo. 

Ficha Técnica:
Título: As Patricinhas
Título original: How to Teach Rich Filthy Girls
Autor: Zoey Dean
Tradutor: Maria Heloisa Amarante Gonçalves
Editora: Biertrand Brasil
Ano: 2010


2 comentários:

  1. Wwwooooowww...já quero ler e assistir!
    A história pareve ótimaaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super indico a leitura. Já a série, comecei a assistir logo depois dessa publicação e não curti muito

      Excluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.
UA-80596339-1