Ads Top

O amor pode ser breve.


Amor pode, involuntariamente, ser algo de momento. Sei que a gente diz que não, que o nome disso é paixão, mas eu acredito em breves amores e longas paixões.

Eu acredito no sentimento profundo que uma simples troca de olhares na rua pode trazer e que aquela nossa velha inimiga chamada timidez vai ter todo o prazer em estragar.

O destino tem lá suas pegadinhas, e eu considero esses amores não iniciados a maior delas. Aconteceu algo ali, naquele breve olhar trocado por dois indivíduos totalmente desconhecidos um para o outro. Existiu algo ali que fez com que esse olhar acontecesse, com que ele pudesse carregar algum sentimento. Teve uma reciprocidade e uma pequena faísca de amor.

Ah, essas faíscas que vivem aparecendo e a gente vive insistindo em apagar. Depois a gente reclama que não incendeia, que não esquenta, que não ilumina. Depois a gente reclama da falta de amor por aí, da falta de calor no mundo. Mas continua apagando as pequenas faíscas que se acendem nas esquinas e cruzamentos da vida.

A gente continua virando as costas pras chances mais simples do amor porque espera demais. A gente espera que o amor seja mágico mas não deixa a magia acontecer. Pequenas contradições.

A gente camufla esses pequenos e breves amores não iniciados ou pouco duradouros com o errôneo pseudônimo de paixão. Como se por ser breve não fosse belo e precisasse de uma desculpa. Como se pra ser amor precisasse ser pra sempre. 

Paixão nada mais é que um amor cuidado, regado, incendiado. Paixão é algo muito maior do que desculpas para as coisas que não deram certo. Na verdade, paixão é o bônus gostoso daquilo que deu certo. 

Essas desculpas esfarrapadas que a gente dá por aí, chamando de paixão, é somente o nosso 
medo de admitir que a vida é cheia de amores por aí. Medo de admitir que eles dão certo e dão errado também, e que isso tudo faz parte da beleza de viver e de amar. Esse mal uso do termo paixão só nasce das nossas desculpas esfarrapadas pra fingir que amor nunca acaba. A paixão só é dita como justificativa de amores acabados. Mas amores acabam. Amores  nascem e morrem e isso não faz deles pouco.

Porque é isso, amores podem ser breves. Amores podem acabar. Amores podem ser momentâneos. E isso não os torna menos bonitos, menos verdadeiros. Na verdade, os torna mais reais. O amor está em todos os cantos. E quando a gente puder admitir isso, seremos capazes de amar muito mais.


47 comentários:

  1. "O amor está em todos os cantos. E quando a gente puder admitir isso, seremos capazes de amar muito mais." Triste são aqueles incapazes de enxergar esses cantos. Texto bom demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não consegue ver esses amores acaba perdendo uma parte maravilhosa da vida.

      Excluir
  2. Assim como você disse no começo do texto eu também acredito em breves amores e longas paixões, e que a paixão é o bônus daquilo que deu certo. Parabéns pelo texto, você escreve muito bem e parabéns pelo layout, muito lindo <3.

    Beijos.
    Larissa | www.feminicesdalari.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Larissa! ♥ A paixão é algo tão gostoso pra gente usar só de desculpa...

      Excluir
  3. Texto lindo DEMAIS. Minha parte preferida da vida "A gente espera que o amor seja mágico mas não deixa a magia acontecer."
    Vou contar kk A dois anos troquei olhares com um homem. Foi uma coisa inexplicável. Depois ele me disse que naquele momento ele falou pro colega dele: vou casar com essa mulher. E cá estamos ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super entendo! Eu soube no momento que vi pela primeira vez o moço que ele seria o meu amor, e agora, cá estamos também ♥ O amor está sempre por aí, basta a gente querer ver ♥

      Excluir
  4. Eu tenho uma definição mais diferente de amor. Acho que sou muito "técnica" pras coisas hahahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é a gente estar sempre aberta pra receber amor, de resto, acho que o amor se apresenta de formas e intensidades diferentes pra cada um.

      Excluir
  5. Textinho mais sugestivo para o dia dos namorados, ein! ihaishaiuhsaiuhsiuahsiuahsauish É um texto pra abrir os olhos pra vida mesmo, ver que as vezes aquelas pessoas que não acreditam em amor por não ter tido um amor longo e duradouro, mas até aquela piscadinha que você ganha no metrô já é uma faícazinha no coração! A verdade suprema: Paixão é o bônus daquilo que deu certo.

    Peixinhos, Gabbe!
    Blog: Talo de Maçã |Fanpage |Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os amores são belos, independente do tempo que durem ♥

      Excluir
  6. Que amorzinho esse texto. Bem escrito e perfeito para nos mostrar como ignoramos as oportunidades dadas a nós e reclamamos do que temos.

    ResponderExcluir
  7. Você escreve muito bem, está de parabéns!!
    Realmente, as vezes a gente deixa breves amores passar, ou não os vê, ou então finge que não os vê para não se arriscar a colocar o coração na linha. Um ótimo texto pra mostrar que ás vezes vale a pena dar uma chance aos acasos da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes o amor tá ai, cutucando a gente, e a gente por medo fica ignorando.
      Obrigada, linda.

      Excluir
  8. Sinceramente, não sou nada romântica. Mas fiquei maravilhada com a sua escrita, de verdade. Suas palavras são simples, bonitas, poéticas. Entendi exatamente a sua visão do amor, e até compreendi, embora, como eu falei antes, não seja uma pessoa amorosa nem nada.
    Enfim, parabéns pelo texto e por esse blog tão lindo!

    Beijos!
    Coisinhas Aleatórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que cada um tenha uma visão única do amor. Muito obrigada, Mariana ♥

      Excluir
  9. Ai gente, pq tantos textos de amor?? hahahha não to sabendo lidar... :(
    Arrasa na escrita! Obrigada, sério. Acho que estou vivendo um amor e fingindo ser uma paixão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente tem muita mania de fazer isso, de tentar disfarçar por medo que seja amor mesmo haha

      Excluir
  10. Você sempre com um texto lindo!

    Tu arrasa muito, não aguento com isso! rsrs

    Beijos

    http://www.senhoritamarmelada.com/

    ResponderExcluir
  11. Concordo contigo, pode ser breve sim! E nem por isso deixa de ser amor!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  12. Que texto lindinho, flor. Quando eu era muito tímida passava muito por isso, e não deixava incendiar. Agora eu aprendiz a me entregar a essas faíscas rs. Beijos!

    www.brilhamiga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu demorei muito pra deixar o meu amor incendiar, mas depois que fiz isso, que assumi que era amor, ah, achei tão bobo não ter feito antes haha

      Excluir
  13. Acho que não somos preparados para vermos o amor, por isso perdemos tantas oportunidades, por isso batemos tanto a cabeça :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho. A gente idealiza tanto que deixa passar as chances mais simples.

      Excluir
  14. ''Aconteceu algo ali, naquele breve olhar trocado por dois indivíduos totalmente desconhecidos um para o outro.'' E sim surgem as minhas crushes, hahah Também super acredito nisso. Consigo entrar em um ônibus e me apaixonar por alguém e logo depois que descer já seguir a minha vida normalmente...
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  15. Adorei o texto, você escreve muito bem, e com certeza irei visita-la mais vezes.

    ResponderExcluir
  16. Que texto mais lindo! <3

    Concordo com o que você disse: independente se o amor for breve ou muito duradouro (pra vida toda), ele é bonito do mesmo jeito ❤️ Só se aprende a amar amando tudo a nossa volta.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Que lindo!

    O amor está por todos os lados, até nas coisas mais simples, só precisamos querer enxergar.

    www.gauchice.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. "Paixão é algo muito maior do que desculpas para as coisas que não deram certo." ADOREI o texto, não tenho nem o que dizer, o amor esta nas coisas mais simples CARA estou APAIXONADA neste texto <3 parabéns

    ResponderExcluir
  19. Bela escritora, amei o texto! Mas acho que amor vai muito além, é porque hoje em dia a palavra está ficando banal. Pra mim Amor é ser próximo, ser presente, ter empatia, cuidar, é acima de tudo proteger e amar. Beijoss!

    www.vidamaisflorida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, acho que o amor está em todos os cantos, das formas mais simples e por idealizar demais na maioria das vezes a gente não consegue ver, e quando vê, não é capaz de admitir por medo que o amor seja difícil.

      Excluir
  20. Karol, sendo maravilhosa de novo! Adorei seu post e suas definições! Eu sou bem chato nessa questão, e sabe quando a carapuça serve? Então...
    Abraços! 💚

    www.somenteonecessario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah que bom que se identificou herick ♥

      Excluir
  21. Sempre fui adepta do "Que seja eterno enquanto dure", mas hoje posso dizer que tudo o que eu pensava sobre o amor, estava errado, hoje sou mãe, e vejo como é amar alguém de verdade, amor que não exige nada em troca sabe? amor que te deixa feliz por pequenas coisas, amor mesmo é fantástico e duradouro, podemos sentir sim paixão, empatia pelo próximo, mas amor mesmo, é muito mais profundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou mãe ainda mas acredito que esse amor seja incomparável

      Excluir
  22. Oie, tudo bem? Que texto mais lindo Karol. Alguns amores realmente são mais breves que outros, no entanto podem possuir a mesma importância, ou até serem mais importantes. Acredito que tudo depende da intensidade com que você vive esse sentimento. Muitas vezes você pode sentir em um mês por alguém o que não sentiu em cinco anos com outra. O amor é muito relativo, tanto com relação ao momento de nossas vidas, a pessoa que está ao nosso lado, e como está nosso coração. Como dizem meus professores, o melhor em tudo o que fazemos não é a quantidade e sim a qualidade com que realizamos algo, e isso vale para o amor. Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Amores são sempre únicos e são belos, cada um a sua maneira. Não é porque ele não foi pra sempre que perder a beleza.

      Excluir
  23. Nossa que texto lindo, até me emocionou !

    ResponderExcluir
  24. Uma vez uma amiga disse que nossos anjos se gostaram, e na hora pensei que não foi algo místico e esotérico, antes foi aquela ligação absurda e incompreensível do amor, sem explicação ou incompreendida para ser explicada naquele momento. Foi esse breve momento que você disse que encontramos por aí, que se dermos asa vai voar mesmo, vai longe, brilhando de cegar. Coisas da vida que nos pega em momentos tão diferentes que não dá pra percebermos o que aconteceu e só depois, às vezes muito depois, que ali, naquele momento, tinha acontecido uma inflexão da curva da vida que nos levaria a outro lugar, saindo daquela linearidade que acaba nos cegando para momentos como esse. Aquela vida tinha encostado na minha e eu deixei seguir.

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.
UA-80596339-1