Ads Top

Aprendi a ser autossuficiente


Quando ela jogou a cópia da chave no tapete da sala, junto com a aliança de prata com nosso nome cravado que eu te dei no nosso aniversario de 4 anos de namoro, não tive ação pra nada, não tive forças pra reagir. Me faltou o ar, a voz não saía; embora eu soubesse que nenhum argumento, nem palavras que eu dissesse naquele momento iria mudar alguma coisa, nem fazer ela ficar. 

Naquele dia, quando ela bateu a porta sem sequer olhar pra trás, sem nem dizer "tchau", meu mundo parecia ter desabado, vi ali junto com as suas coisas, minha felicidade indo embora, senti meu coração apertado, e as lágrimas traduziram o que o silêncio daquele momento queria dizer.

Não foi nada fácil me acostumar a dormir sem seu corpo pra me aquecer; minha cama virou um imenso deserto vazio e sem vida, nada tinha mais graça. As noites de sábado já não tinha mais pizzaria, nem filme e brigadeiro de panela quando estava frio. As tardes de domingo já não tinha passeio no parque, tudo parecia está fora do eixo.

"De repente me vi sozinho outra vez."

Confesso que isso nunca passou pela minha cabeça, meu plano era viver com ela a vida inteira. Mas, os planos dela pareciam bem claros, e não eram esses. Embora eu insistisse em manter aquela chama acesa, eu sabia que aquela relação, era uma relação onde só eu me dedicava, era um sonho apenas meu aquela vida de casal.

Mas, quer saber; eu faria tudo de novo, não apagaria uma vírgula sequer daquela história, nem mesmo aquela cena que ela me virou as costas, bateu a porta e nem me disse "Adeus".

O capitulo seguinte, foi o capitulo que o sofrimento me fez mais forte, e a vida me ensinou a ser autossuficiente. E depois disso, as noites de sábado e as tardes de domingo nunca mais foram a mesmas. Minha companhia já é o suficiente pra fazer com que os pequenos momentos da vida façam sentidos.

"O que faz um pássaro feliz não é o fato dele ter asas e poder voar, e sim o fato de poder ser livre pra voar."

Então, desate-se das gaiolas que te prende, e permita-se ser feliz.



2 comentários:

  1. Que beleza de texto!
    Precisamos todos conseguir isso <3
    Inclusive, amei:

    "O que faz um pássaro feliz não é o fato dele ter asas e poder voar, e sim o fato de poder ser livre pra voar."

    blogdeclara.com

    ResponderExcluir
  2. Tudo o que eu precisava ler esse momento! E pensar que eu era um "pássaro livre", de bem comigo mesmo, e a presença de uma pessoa me "engaiolou" e me fez esquecer a beleza que tenho e toda a liberdade que tive. Um tapa na cara, porque eu não conseguia não me arrepender disso tudo, mas o aprendizado é importante!

    Juhlihipy

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.