Ads Top

Melhores lidos em setembro


Eu ainda não tinha feito nenhuma postagem assim, indicando textos e postagens de outros lugares aqui no blog, mas senti a necessidade de trazer pra vocês os textos que mais me cativaram durante esse mês. Como eu passo várias horas por dia conectada, acaba que sempre estou lendo uma coisinha aqui, outra ali e que no fim das contas li um monte de coisa legal, que me acrescentaram ou realmente me roubaram um sorriso enquanto eu fazia a leitura e acabei compartilhando só com uma ou outra pessoa e aquele conteúdo acaba meio que se perdendo pra mim. Então, decidi que todo mês eu vou trazer aqui pra gente uma lista bem bacana cheia de posts legais pra gente dedicar um tempinho e ler e pra conhecer esses outros blogs e escritores maravilhosos também.

Sobre o texto do cara que se relacionou com uma vítima de estupro - Legraton

Sobre o texto do cara que se relacionou com uma vítima de estupro

Nos últimos dias foi muito comentado e compartilhado um texto intitulado "Como foi transar com uma vítima de estupro" o qual acabou gerando muitas opiniões, tanto positivas quanto negativas. O caso é que o texto foi explanado por um homem e eu gostaria que muitas pessoas também tivessem acesso e compartilhassem e se envolvessem com textos como esse quando escritos por mulheres, o que raramente acontece. Eu li vários textos resposta para esse que viralizou, e esse aqui foi o que eu mais me identifiquei. Ele não explana somente sobre o outro texto, mas fala principalmente sobre como quando esse tipo de texto é produzido por uma mulher, ele não ganha repercussão. Sobre como mesmo o feminismo sendo uma luta para mulheres, as mulheres continuam sendo muito menos ouvidas sobre o tema do que os homens que apoiam o movimento.


20 coisas que toda garota de 20 anos precisa saber - Blog deClara



"Você não é obrigada a namorar porque todas as suas amigas estão namorando. Você não é obrigada a sair todo fim de semana só porque seus amigos vão. Você não é obrigada a conviver com familiares que sempre te trataram mal. Você não é obrigada a se sentir desconfortável só para deixar outras pessoas confortáveis."

Uma lista maravilhosa com coisas básicas que toda garota deveria saber sobre si mesma. Vale a pena fazer uma breve reflexão sobre cada um dos itens pra ajudar a levar a vida da maneira mais leve e linda possível.

Um pouco de empatia, por favor? - Caligrafando-te


Um pouco de empatia, por favor?

"A verdade é que as separo em dois grupos: aquelas que acreditam em um mundo cor-de-rosa e aquelas que simplesmente esqueceram o lápis de cor na caixinha."

Esse texto retrata muito da forma como vejo o mundo e tento passar nas minhas palavras para vocês. Ele fala um pouco sobre como apesar de a vida parecer cinza, somos nós e exclusivamente nós que decidimos se vamos ou não colorir e embelezar tudo ao nosso redor. O amor e os sentimentos são ferramentas lindas que conseguem transformar o mundo e cada um de nós na nossa melhor versão. 

Desculpe o transtorno, precisamos falar sobre o nosso amor - Crônicas de uma mente qualquer




"No nosso amor tem poesia, só não tem filme baseado em nós, tem piada, mas não tem quebra-cabeça, tem música, tem séries, mas sabe, desse nosso amor, só a gente é quem sabe. Pra gente, amor de verdade pode ser jazz, gastronomia e debate sobre cisgênero, pode ser também briga pelo lençol, briga pelo canto da parede, disputar o carregador, querer o ultimo pedaço de pizza e ficar puto quando o outro come toda a batata palha que acompanharia o strogonoff."

Outro texto que foi muito compartilhado pelas redes nesse mês foi o texto do Gregório para a Clarice, dividindo todo mundo em quem amou o texto e quem detestou. Mas o caso é que ele foi gatilho pra mais um punhado de outros textos lindos que surgiram, cada um querendo falar sobre o seu próprio amor, que é exatamente o que esse texto que eu trouxe aqui faz, de uma forma muito gostosa. 


Karoline Krahl

3 comentários:

  1. Blog DeClara ♥ amo os posts dela também.


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  2. Caramba, nunca tinha pensado no quão impactante é a mensagem do primeiro texto. Faz muito sentido mesmo, e há uns tempos eu não tinha meus olhos abertos pra poder entender tudo por esse outro lado. Tenho refletido muito sobre isso e eu fui percebendo que o assunto é mais complexo do que parece. Sofri um assédio esses dias e pude perceber que mesmo que eu tentasse me explicar, para os homens que foram me ajudar (policiais), nada do que eu falasse fizesse sentido, eu era culpada por ser mulher. E se fosse um homem conversando ou até mesmo palestrando a eles sobre como a culpa não é da vítima será que eles prestariam mais atenção e se veriam dispostos a mudar seus pensamentos?
    Esse texto da Clara é incrível e caiu no momento certo pra mim, porque eu me vi descoberta nele, em cada pedacinho... Simplesmente minha fase dos 20.
    Amei a ideia do post e de me deparar com mais conteúdo informativo e que tem muito a agregar aos leitores.
    Beijos

    Juhlihipy

    ResponderExcluir
  3. Já tinha lido alguns desses textos. O primeiro, sobre o impacto da mensagem relacionada a quem está falando é algo que nunca havia percebido, mas que faz todo sentido. É interessante para prestarmos atenção nisso.


    beijos.
    vidaemserie.com

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.