Ads Top

Falamos dos que se vão, mas esquecemos que nós também partimos.

Nós também partimos

Eu ainda tenho aqui guardado, no fundo de alguma caixa escondida no armário, uma porção de lembranças daqueles que voaram para longe de mim. Cartas enormes escritas durante as madrugadas de insônia quando a mente insistia em questionar os motivos das partidas. 

Tenho aqui guardado também, num cantinho do coração, algumas perguntas sem respostas e um punhado de assuntos não acabados com aqueles que por tanto tempo acreditei terem partido sem dizer adeus. 

Porque a verdade é que a gente faz dessas coisas. Dramatizamos tudo que se vai, tudo que perdemos, mesmo quando não fizemos o mínimo de cuidar enquanto ainda estavam aqui. 

Damos mais importância aos fins do que ao desenrolar, nos preocupamos mais com o que se vai do que com o que chega, com o que permanece. Gastamos muito da nossa energia em ficar repetindo incessantemente cenas e mais cenas antes de dormir, tentando encontrar uma pequena falha que seja, onde poderíamos ter evitado uma partida que já aconteceu, e esquecemos de cuidar daqueles que ainda estão aqui, ao nosso lado, de braços abertos esperando uma pequena demonstração de afeto.

Esquecemos, principalmente, que nós também partimos. Sem despedidas, deixando perguntas sem respostas e por vezes um vazio também. Nós também saímos e não mais voltamos, tal qual fizeram aqueles que já nos deixaram sem chão. Culpamos tanto a partida de uns, sentimos tanto a falta de quem nem éramos capazes de cuidar, que acabamos por esquecer que em toda a história sempre há dois lados e que podemos hoje estar pra cá, amanhã estar pra lá. Sendo hoje o mocinho de nossa versão, amanhã na de outro alguém, o vilão.

E devem existir por aí, em outros cantos de fundo do armário, cartas de despedidas não entregues para nós também, tão iguais as tantas que colecionamos dramatizando tudo o que se foi. 

Porque no fim, todo mundo vem e todo mundo vai, quando se é preciso. Quando não aconchega mais, quando bem já não faz, a gente alça voo, procura um novo lar. E é engraçado isso, mas nós falamos tanto dos que se vão, que esquecemos que nós também partimos quando se é preciso.

Nós também partimos

15 comentários:

  1. Olha, eu achei tão lindo o seu texto. Tão leve e gostoso de se ler. Parabéns pelo seu trabalho Karoline. E é bem isso mesmo né. Adorei.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, levei um tapa na cara com esse texto. Muito verdade. Tipo, muito mesmo.


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Karol sempre arrasando nos textos ♥
    realmente, as vezes nos preocupamos tanto com o final, com o que vai acontecer, que deixamos de aproveitar os bons momentos, o desenrolar da história...
    e muitas vezes essas historias acabam sem nos darmos conta do quanto poderia ser bom...
    lindo texto!
    beeeeijos

    ResponderExcluir
  4. Isso é verdade, todo mundo vai e vem. A verdade é que somos estações, não é? Alguns ficam, outros vão, alguns nem mesmo encontram o que precisam na gente, ai quem vai embora somos nós. Inconstantes. O final sempre vai ser um martírio, quem dera aproveitarmos os meios e começos em vez de focar somente no amanhã. Texto incrível, moça ❤

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto, é verdade isso. Me fez pensar em muitas coisas. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Aww adorei, me identifiquei muito. Vivo viajando, vivo de despedidas e reencontros. Namoro a distância, tenho amigos no mundo inteiro e aos poucos estou aprendo a lidar com partir e ver os outros partindo.

    ResponderExcluir
  7. Olá Karol, seu texto está demais... muito lindo mesmo. Todos passamos por momentos na vida onde hora vemos as pessoas próximas partindo, e hora somos nós quem seguimos outro caminho. Assim como tudo, faz parte da nossa vida.
    Parabéns!

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
  8. "Esquecemos, principalmente, que nós também partimos. Sem despedidas, deixando perguntas sem respostas e por vezes um vazio também." Nossa esse trecho de verdade me fez parar pra pensar,o texto é bem legal, bem profundo, curti muito. beijos

    ResponderExcluir
  9. Esse texto me tocou de um modo!! Incrível! Lind lindo lindo <3

    ResponderExcluir
  10. Ai que texto maravilhoso, quanto sentimento <3 E isso é verdade, eu nunca parei pra pensar sobre isso, mas muitas coisas vao mudando em nossas vidas e os rumos são outros. As lembranças boas ficam e o que é verdadeiro, dura...

    ResponderExcluir
  11. Texto lindo, lendo o seu texto lembrei da musica da maria rita, muito lindo o texto parabéns

    ResponderExcluir
  12. Lindo o texto, você consegue se expressar muito bem, muito amor o seu blog

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito do texto, Karol.
    E vou te dizer uma coisa já sofri tanto com partidas, já perdi noites de sono e horas de tristeza até que hoje em dia perdi o gosto por sofrer com partidas então nem penso muito!
    Corações se partem mas a vida continua!

    Beijos

    Blog: Senhorita Marmelada

    ResponderExcluir
  14. è um assunto que nem gosto de pensar.. prefiro sempre aproveitar os momentos quando possível e tentar extrair o melhor deles. Parabéns pelo texto

    ResponderExcluir
  15. Verdade, todo mundo deveria ler este texto, a vida é uma passagem, por isso devemos ser melhores e amar muito quem ainda está por aqui.
    Charme-se

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.
UA-80596339-1