Ads Top

Como não amar?

Blog de textos, comportamento e relacionamentos.


Me peguei pensando no meio da noite, numa daquelas quase insônias que vem quando a mente não para de trabalhar apesar do cansaço do corpo, no quanto eu ando apaixonado. É, talvez pareça besteira, coisa de desocupado, mas a verdade é que eu realmente ando completamente apaixonado, não dá mais pra brincar de negar.

E não foi da melhor maneira que eu descobri isso, se quer saber. Foi no meio da noite, quando eu fechava os olhos esperando que o sono viesse, mas encontrava imediatamente a imagem do seu sorriso. Daquele sorriso sapeca que você abre toda vez que me vê. Encontrava a imagem dos seus olhos cor de mel, brilhando para mim

Eu juro que eu até tentei lutar contra, me desvencilhar das imagens que vinham parar na minha cabeça. Eu realmente tentei não me apaixonar. Neguei tudo que deu. Neguei pra você, neguei pros meus amigos que já não paravam de falar e neguei até pra mim mesmo. Eu neguei pra todo mundo. 

Mas sinceramente, não tem mais como ficar negando por aí. Simplesmente, não existe pra mim uma forma de não te amar. Parece até exagero, mas eu juro que eu procurei onde foi possível uma forma de não sentir esse coração acelerando toda vez que encontro com você. Mas não deu. 

Acho que é isso. Não tem mais jeito. Eu pensei tantas vezes em como não te amar, que percebi, que na verdade, a pergunta certa a se fazer era “como não amar?” 

Como não amar o seu jeito fofo e todo dengoso de vir falar comigo logo de manhã, ou a forma engraçada que seu cabelo tem de se comportar quando na rua está? 

Como não amar o seu sorriso encabulado quando eu esqueço de fingir e elogio a cor do seu batom, ou seu jeito todo desastrado quando eu te faço cócegas e você sai correndo atrás de mim?

Como não amar esses olhos vidrados nos meus, brilhando de uma forma tão linda e única? Como não amar as suas mensagens de boa noite ou a chuva de imagens fofas de filhotinhos que eu recebo toda vez que te conto que não estou bem? 

Como não amar a leveza do seu toque quando decide fazer cafuné em mim? Como não amar as histórias que você vem me contar toda feliz? Como não amar? 

Eu sei que pode parecer besteira, mas eu descobri que simplesmente não existe, pra mim, uma forma de não te amar.

Blog de textos, comportamento e relacionamentos.

Um comentário:

  1. Como não amar esse blog? Como não amar esses textos? Como não amar? Me diz?

    Fico perdida em pensamentos após ler esses posts. E, ao ler, fico com olhar e sorriso meio bobo, me identificando muito com algumas ou todas as coisas.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.