Ads Top

Sobre o timbre da sua voz

Blog de textos, comportamento e relacionamentos

Há centenas de coisas que eu adoro por aí. Pão de queijo saindo do forno, por exemplo, é algo que faz meus olhos brilharem. O cheirinho da grama recém cortada e o cheirinho da que está chuva por vir. Há também centenas de sons, músicas e tons que acalmam minha alma, como o barulho que a chuva faz caindo ao lado da minha janela ou o barulho da onda quebrando no mar. Mas não há nenhum dentro dessas centenas de sons, que se compare ao quanto eu amo o timbre da sua voz.

Aquela voz rouca de manhã dizendo que já vai levantar, mas que quer ficar mais uns minutinhos abraçado em mim. Sua voz apaixonada e talvez até um pouco assustada quando se declara pra mim. O tom que você usa quando quer me irritar, só pra poder me mimar um pouco depois. Ou ainda o tom de quando você está brabo comigo, por pura preocupação porque não me agasalhei direito para ir ao trabalho.

Eu sei que pode parecer bobagem, amar tanto assim o timbre da sua voz. Só que se você sentisse o que eu sinto quando escuto sua voz preocupada comigo, até mesmo pelo telefone, talvez deixasse de parecer. Se você pudesse sentir, meu amor, o quão bem me faz ouvir o seu boa noite, baixinho no meu ouvido, o quanto isso acalma meu coração, tenho certeza que você também não acharia besteira. O timbre da sua voz quando canta para mim, faz minha alma querer dançar.

Sabe, eu escuto uma orquestra inteira tocando no meu coração quando você fala bem baixinho, só para eu ouvir o quanto você me ama. Não uma orquestra qualquer, mas a melhor que alguém pode ouvir. O sentimento que tenho por você com certeza potencializa isso, mas, meu amor, a sua voz dizendo "eu te amo" é a única que eu quero ouvir. Hoje, amanhã e sempre.

Imagem: we♥it

Blog de textos, comportamento e relacionamentos

Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.