Ads Top

Cartas vazias a minha amada


Por caminhos distantes posso tentar encontrar entre povos, a beleza rara que possa suprir essa ausência e trazer melodia a esse silêncio. 

Posso me entregar aos rótulos e dizer a todos que me cercam que estou namorando,  que estou amando como nunca amei alguém e posso ir além, posso encher as redes sociais de fotografias e frases de pontas. Posso ser tão superficial quanto aos demais que enganam,  que fingem ser felizes.

Posso tudo que quiser, até mesmo me olhar o espelho e perceber os buracos por todo meu corpo, como se eu estivesse olhando para meu coração. 

Basta poder ser algo, mas jamais um iceberg que tenta esconder as labaredas dos seus sentimentos em meio a farsas.

E por ser tão sincero diante do que sinto, escrevo essa carta vazia. Você deve se perguntar por que a chamo de vazia e eu lhe respondo. A chamo de vazia porque é assim que me sinto desde que não posso se quer ouvir sua voz. E pra você pouco importa, aliás, talvez eu tenha sido apenas uma fraqueza a percorrer em alguns instantes pelos traços do seu desejo. 

E por mais que meu coração queira se afundar em lábios que não esboçam sentimentos reais e recíprocos, acabo sendo mais um garoto a fraquejar. Não consigo e não posso ser como os restante da minha raça.  Não por ser diferente ou por não se sentir a vontade em meio a tantos sabores, mas por ser tão sensível quanto aos versos que escrevo a ti.

Talvez seja uma perda de tempo, de papéis e de memórias, mas pelo menos eu tentei ser além de uma lembrança.  E pode me chamar de fraco e de idiota por morrer de amores por ti que não sente se quer piedade de quem lhe deu momentos únicos. 

Pode me ignorar e maltratar, pois continuarei sonhando com seus lábios estonteantes diante dos meus. Afinal, tatuei na alma uma rima que só está completa quando estou com você.

Texto de Luís de Oliveira, enviado via imbox no facebook para a página do Entre Cartas e Amores.

3 comentários:

  1. UAU! Só simplesmente, uau. Que texto lindo, forte até. Talvez por eu já ter sentido algo assim, na verdade, por já ter estado de ambos os lados dessa história. Estou encantada com a escrita do Luís...


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOOOOOOI

    ai meu Deus... esse moço tá traduzindo em palavras muito do que venho sentindo durante mais de um ano :(
    as ausências nos tornam vazios. Ou ao menos deixa um buraco onde encaixaria a peça perdida ._.

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  3. Meu coração esta vazio, sem meu único amor Celso, meu único EU TE AMO.
    De sua Palmira, corpo e alma

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.