Ads Top

Labirinto Humano - Resenha



O livro Labirinto Humano nos conta o encontro de duas histórias que aconteceram na década de 80. Pela narração de Fred, um jovem gaúcho tentando ganhar a vida em Poços de Caldas, conhecemos a "tchurma" que ilustra essa história. Uma galerinha jovem, irresponsável e com um alto poder aquisitivo que se divertia pelas ruas da cidade fazendo pegas. Nos aventuramos na vida desses jovens, nos seus amores e na influência que o dinheiro e famílias conservadoras podem ter. 

Vemos de perto o Fred se apaixonar pela Camila e todas as dificuldades que envolvem esse relacionamento. Afinal, Fred não era rico, não tinha muitos planos para o futuro e mal mantinha contato com a sua família adotiva que morava no Rio Grande do Sul. Ganhava a vida trabalhando em hotéis na cidade e fazendo alguns bicos. Ou seja, era totalmente desaprovado pela família da Camila, que acreditava que o Serrinha, garoto cheio da grana e cheio de pose, era um partido muito melhor. 

E junto a esse romance, vemos a história do Serrinha, um jovem irresponsável que acredita que o dinheiro pode resolver todos os problemas em que ele entra. É meio difícil contar um pouco da história aqui sem trazer spoilers. O livro é bem curtinho e acontece muita coisa importante durante a narração, fatos que aos poucos vão se ligando para que no fim tudo faça sentido.




Apesar de o Fred ser o personagem principal, a gente acaba conhecendo muito de vários outros personagens também e se envolvendo um pouco na história de cada um. Isso é uma das coisas que eu mais gostei no livro, mesmo ele sendo curtinho, eu consegui me envolver não só na história do Fred, mas na história da Camila, do Serrinha, do Poeta e de todos os outros também. Eu consegui me imaginar vivendo em meio aquele cenário, como se eu pudesse ser também parte daquela turma. 

Outra coisa que me cativou bastante foi a forma como o autor conseguiu trazer para essas poucas páginas muitos questionamentos sociais e no fim aquele pequeno puxão de orelha em forma de reflexão e lição de moral, que me fez mesmo pensar em até que ponto certas coisas que parecem tão importantes na nossa juventude, realmente são válidas e vão fazer alguma diferença na nossa vida. Se elas vão virar algo que nos moldou ou simplesmente histórias para se contar. Isso, se conseguirmos passar dessa fase para que possamos contar mais tarde. 

Apesar de eu ter demorado bastante para finalizar essa leitura em virtude das leituras obrigatórias da faculdade mais milhões de trabalhos, a leitura é bem rápida, acredito que em cerca de duas horas seja possível devorar esse livro.

Por enquanto o livro só está disponível no formato ebook, pela amazon. Mas, a notícia boa, é que hoje (24/12) e amanhã (25/12) o livro estará disponível gratuitamente na loja da amazon para quem quiser baixar. Que presentão de natal, né? Pra comprar o livro, é só clicar aqui.

Não percam a oportunidade de ler esse título, vai levar só algumas horinhas e vai te fazer repensar muita coisa sobre a sua vida e sobre a vida em geral, em como temos a mania de transformar coisas importantes em coisas banais e em como esse nosso imediatismo pode ser prejudicial. 


Ficha Técnica: 
Título: Labirinto Humano
Autor: Flávio de Matos
Editora: Amazon Books




2 comentários:

  1. Gostei do nome, gostei da história, só não gostei que perdi os dias de baixar de graça hahahaha
    Adoro livros curtinhos, com histórias simples, mas que fazem a gente se envolver <3

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.