Ads Top

Do nada você tá aqui









É engraçado como essa coisa de intimidade funciona. A gente não vê chegar. Não vê acontecer. Do nada ela tá ali. E você, tá aqui. Ocupando esse espaço na cama que até dias atrás eu nem sabia que era seu. Abraçando meu corpo a noite toda num encaixe tão perfeito que me faz querer não precisar sair nunca mais.

Do nada você tá aqui, tirando meu cabelo do rosto e me dizendo pra não esquecer de colocar um casaco antes de sair. Avisando quando chega e quando vai dormir. Contando histórias de infância e as coisas que acontecem no seu dia a dia. 

Do nada eu tô aqui, escrevendo sobre você, sobre nós e sobre o que eu nem sei se vai acontecer. Pensando em cada sorriso que você me roubou na noite passada e imaginando cada sorriso que você vai me roubar quando o dia acabar mais uma vez.

Do nada estamos aqui, compartilhando pedaços da vida que nem imaginaríamos. Nos tornando pedaços da vida um do outro que nem sabíamos que queríamos ser até dias atrás.


Um comentário:

  1. De fato, a intimidade é algo bem difícil de decifrar, né? As vezes ela chega tão depressa, meia dúvida de palavras trocadas são o suficiente, outras vezes demoram muito tempo, ou nem acontecem. Mas quando sim, as vezes, elas se tornam mais do que apenas isso, então percebemos que há sentimentos no meio e do nada há envolvimento. E tudo acontece tão rápido mas pra gente, os momentos parecem ser em câmera lenta. É bom ter intimidade com alguém, é muito bom poder contar com essa pessoa, ter ela do lado. Falo isso mesmo não estando com clima para isso no momento, mas lembro bem de quando tinha e vivia isso.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.