Ads Top

Ela decidiu ficar


Ela era diferente de todas as moças que eu já conheci.  Tinha aquele "quê" a mais que nunca antes eu havia encontrado em alguém. Ela era profunda, encantadora. Falava sobre o mundo, sobre a vida, sobre o universo. Falava de religião e ciência, política e literatura. Falava de amor e desamor e fazia piada de suas próprias tragédias. Ria de si mesma quando a situação pedia e o som daquela risada gostosa ecoava dentro de mim querendo mais.

Ela era completa. Daquele tipo de mulher que me faz suspirar, perder o ar, ficar sem graça. Ela era sincera, doce e tão sonhadora que dava para confundir com inocência. Não acreditava que o mundo era mal, ela mesma dizia, acreditava que algumas pessoas ainda não haviam encontrado a bondade que todo mundo tem dentro de si. Tinha um brilho único no olhar.

Eram tantas qualidades que nunca antes eu havia encontrado em alguém que aqui dentro eu mal podia compreender o que estava sentindo. Aquela moça, tão doce e delicada sentada ali na minha frente, no meu sofá, parecia um sonho.

Era como se a presença dela ali pudesse desacelerar a loucura do mundo, pudesse acalmar a confusão dentro de mim. A simples presença dela sentada naquele sofá transformava aquele apartamento que sempre fora tão cinza e solitário para mim no lugar mais aconchegante do mundo.

Talvez tenha sido por isso que em meio a risadas, constrangidas, quiçá um pouco desesperadas, carregadas de um medo que naquele momento eu não poderia explicar, sugeri a ela que ficasse.

Um convite simples, permanecer ali. Havia uma duzia de cervejas e um imã com o número de uma pizzaria fixado na porta da geladeira. Havia um quarto sobrando e muitos travesseiros para que ela pudesse ficar confortável. Mas o convite ia muito além disso. Não era uma companhia para cervejas ou para preencher aquele quarto vazio que eu havia visto nela, não. Eu vi ali, em seus olhos cor de mel tão sinceros e profundos, algo muito maior. Enxerguei naquela bela moça tudo o que meu coração precisava para preencher aquele vazio que sempre sentiu e nunca soube o porquê.

O pequeno silêncio que se sucedeu ao meu convite foi torturante. Por mais que eu quisesse, não conseguia decifrar o que seu corpo falava. Teria eu me precipitado demais? Será que ela estaria sentindo-se invadida? Me preocupei. Tudo o que eu não queria era assustar ou ofender aquela doce moça.

- Desculpe-me. - Falei, rompendo o silêncio que se instalou no ambiente.

- Pelo quê? - Ela me olhou confusa.

- Pelo convite. Não sei o que deu em mim. Acho que eu só gostei mais do que esperava da sua companhia e não queria que você fosse embora. - Desviei os olhos, que diabos eu estava fazendo? - Além de que já está tarde, então achei que pudesse ser melhor você ficar. Não queria lhe ofender.

- Não me ofendeu. - Ela falou calmamente com a voz mais doce que eu já ouvi. - Pelo contrário, eu gostei do convite. Achei bonito da sua parte, se preocupar comigo assim.

- Então por que o silêncio?

- Não tenho certeza se sou capaz de explicar. Senti algo diferente essa noite.

- Algo ruim? - Ela era a primeira mulher que eu encontrava que me fazia acreditar que amores podem ser lindos e eu havia conseguido estragar tudo em uma única noite.

- Não, de jeito nenhum. Eu gostei muito da sua companhia. Mas tudo isso, eu estar aqui agora, isso não estava nos planos. Eu me programei pra um café, algo tão impessoal, e agora estou aqui, decidindo se passo a noite com você ou não.

- Desculpa ter me precipitado assim, eu realmente não queria lhe ofender, é só que me senti tão a vontade com a sua companhia que imaginei que fosse recíproco, que você também quisesse que esse momento não acabasse.

- Eu não quero que ele acabe.

- Não quer?

- Não, eu não quero. Eu senti algo especial. É estranho, um pouco patético também falar isso, mas algo em você é especial. Especial para mim. É como se algo em você me puxasse pra perto, como um imã. Várias vezes eu pensei em ir para casa hoje por estar tarde, mas era como se algo estivesse me impedindo. Talvez eu só esteja um pouco alterada, algumas latas de cerveja fazem isso a uma garota. Mas talvez eu esteja certa em confiar nessa sensação. E se eu for embora agora, nunca vou descobrir.

Então ela ficou. Aquela doce moça que mais parecia personagem de algum belo sonho meu, ficou. E não só ficou, como sentiu algo também. Talvez fosse realmente resultado de algumas cervejas essa sensação que sentimos. Talvez não passasse de carência, não sabia ao certo o que ela estava vivendo. Não sabia nem dizer o que estava acontecendo ali, comigo. Mas ela decidiu ficar e nos dar a chance de descobrir.

As possibilidades de desfecho são grande, daqui pode nascer uma grande história de amor ou talvez apenas um curto conto de uma noite de paixão. Talvez saia uma bela amizade. Ou quem sabe não saia nada também, a vida é imprevisível. O que eu sei é que ela decidiu ficar e que meu coração vibrou com essa decisão.

Leia também "Ele me pediu para ficar", sob a visão dela ♥


69 comentários:

  1. Olá Karol, tudo bem?
    Que texto maravilhoso! ❤ Parabéns por saber lidar tão bem com as palavras e tornar sua ideia algo tão prazeroso de se ler.
    Beijos :*

    http://midnight-skies.com

    ResponderExcluir
  2. Um conto moderno com a palavra "quiçá"! Achei que nunca ia viver pra ver isso *-* E parece que pizza é uma paixão tua, né? É a segunda história que vejo em que ela aparece rs
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tento encaixar essas palavras que eu gosto nos textos, haha.
      Amo pizza, na verdade amo queijo, então pizza acaba sendo paixão também.

      Excluir
  3. Adorei o texto, me senti envolvida, parecendo cena de um filme, e isso é muito legal aproxima o leitor tanto que nos sentimos assim.
    Achei curioso o "quiçá" num texto tão jovem, fazia tempo que não via ele por aí. Parabéns! bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro a elegância que o quiçá dá em uma frase haha. Obrigada linda ♥

      Excluir
  4. Ai, que texto lindo! Inveja de como você doma bem as palavras! Ficou super agradável de ler. Envolvente. Bjão.

    Himitsu
    Otome tea time

    ResponderExcluir
  5. Você escreve muito bem!Me senti super envolvida co texto!Esse texto me marco demais mesmo, pois me traz lembranças boas e ruins,mas e fim tudo passa!Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que mais lembranças boas do que ruins, a ideia dele era mostrar como inícios podem ser bonitos, independente dos meios e finais.

      Excluir
  6. Nossa que texto apaixonante,fui levado pelas linhas sem nem sentir, viajei totalmente na historia. Você escreve de forma encantadora. Parabens! Seguindo aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz quando consigo alcançar pelo menos em um leitor o objetivo do texto de se sentir dentro da história! Obrigada ♥

      Excluir
  7. Parece a cena de um dos livros que eu adoro *-*
    Tão fofo! já fiquei imaginando o que aconteceu no restante da noite... Nem percebi quando o texto estava acabando.
    Achei a moça que ele descreve um pouco parecida comigo (pode me chamar de egocêntrica, se quiser).
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todas temos um pouco dela, principalmente nós amantes dos romances que sempre esperamos o lado bom de todo mundo.

      Excluir
  8. Muito boa, gostei bastante. Tirando a parte da cerveja kkkk. Mas ficou top, parabéns.

    www.ocristaocriativo.com

    ResponderExcluir
  9. Que texto incrível e que escrita maravilhosa. Amo teus textos, são sempre tão verdadeiros e me dão sentimentos bons ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que gostoso ler isso ♥ Fico muito feliz quando consigo causar algo bom em alguém por meio da minha escrita.

      Excluir
  10. Que texto lindo. Me imaginei sendo a garota da história.
    Dei uma olhadinha nos seus textos e apaixonei pela sua escrita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todas as garotas tem um pouquinho dela. ♥

      Excluir
  11. Adorei, Karol! Ficou fantástico e deixou um gostinho de quero mais... Isso dá continuação sim, se curta ou longa também não sei, mas seria incrível ler!
    Coincidência: também sou gaúcha e libriana <3

    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse comentário me instigou a fazer um texto sobre o desfecho dessa história haha

      Excluir
    2. Coisa boa! Já estou ansiosa e curiosa! hahaha

      Excluir
    3. Coisa boa! Já estou ansiosa e curiosa! hahaha

      Excluir
  12. Me envolvi com a história, parecia que tava assistindo a um filme. Gostaria de ser esse tipo de garota, surpreendente e despertando curiosidades.
    Beijos

    www.juhlihipy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juli, acho que você é esse tipo de garota também, viu? Todas somos um pouco. ♥

      Excluir
  13. Olá!!! É a primeira vez que visito seu blog e gostei bastante daqui! Amei esse texto, fiquei encantada com a escrita! Parabéns por esse talento com as palavras... Voltarei sempre, beijos :*

    ResponderExcluir
  14. Parece aquela pagina, daquele livro, que nos envolve e traz a sensação de estar naquela sala vendo aquele convite ser feito. Adorei teu texto, da vontade de ler muito mais, imaginar as possibilidades do que pode ter acontecido. Realmente incrível!
    Beijokas <3
    WWW.THAYMINDA.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que gostoso ler isso, Thay! É exatamente a sensação que tentei passar ♥

      Excluir
  15. Pareceu que estava assistindo uma cena de um filme, fiquei muito envolvida. Quero continuação rsrs, bj <3
    vixeemenina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, vocês estão realmente me instigando a escrever uma continuação ♥

      Excluir
  16. Oie, tudo bem? Que texto mais incrível. Fiquei impressionada com seu jeito de escrever. É uma leitura envolvente, com certeza merece uma continuação. Parabéns pelo seu talento. Beijos, Érika <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda! Que bom ler isso ♥ Quem sabe realmente saia essa continuação haha

      Excluir
  17. Olá linda, eu gosto sempre de vir a novos blogs pelo notebook e não pelo celular, eu me sinto muito feliz quando vejo tanto capricho e bons conteúdos Amei seu blog
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que vou visitar um novo blog procuro fazer pelo Notebook também, mesmo que o blog tenha layout responsivo, o capricho pra versão desktop é incomparável.

      Excluir
  18. OI karoline, Que texto incrível e bem escrito! Sentir uma nostalgia boa, ao ler cada paragráfo, gostei da forma como você escreveu, me identifiquei com a sua escrita e amei o blog :)

    http://believetempodeacreditar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leila, que bom! Acho incrível quando alguém se identifica assim ♥

      Excluir
  19. Que texto lindo, perceptível que foi feito com todo carinho e atenção e um vocabulário riquíssimo e envolvente... Muito bacana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tento cuidar as palavras do texto pra tentar dar espaço pras palavras que eu mais gosto haha

      Excluir
  20. Ahhh, queria eu ter o dom de escrever bem assim!
    Muito lindo seu blog garota!!! Adorei!

    ResponderExcluir
  21. Que escrita maravilhosa! Adorei o texto e fiquei torcendo pra dar certo no final. Você bem que podia fazer uma continuação, hein? Talvez três! :P. Paixão, amor e amizade. Seria ainda mais interessante. Parabéns!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já comecei a pensar em uma continuação por uns comentários acima, mas essa ideia das três continuações me ganhou muito ♥

      Excluir
  22. Amoooo textos como os seus! Me lembram músicas (as histórias). haha <3
    www.desaiagode.com

    ResponderExcluir
  23. Me diga como não amar seu texto?
    Primeiramente porque você escreve MUITO bem e Segundo, pelo mesmo motivo que o primeiro (risos!).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queridooo ♥ encheu meu coraçãozinho de alegria.

      Excluir
  24. Você me conhece? "Falava sobre o mundo, sobre a vida, sobre o universo. Falava de religião e ciência, política e literatura. Falava de amor e desamor e fazia piada de suas próprias tragédias." Pois essa frase me descreveu!
    Você como sempre me surpreendendo. Parabéns pelo texto maravilhoso.
    Beijão

    Um Momento Qualquer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sara, fiquei até com vontade de conversar contigo e te conhecer melhor. Amo pessoas dinâmicas e que conversam sobre tudo.

      Excluir
  25. Você escreve muito bem! Adorei seu texto, geralmente não leio muito quando envolve romance essas coisas, mas esse eu gostei, me envolveu e de uma forma mais clara possível!

    www.faseseestacoes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que bom! Acho que quando a gente consegue envolver alguém que não é muito fã do tema é definitivamente o nosso ápice.

      Excluir
  26. Que texto lindo, amei! Super envolvente! Você escreve muito bem, parabéns! E com certeza merece uma continuação <3
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lu! Vai ter continuação sim ♥

      Excluir
  27. Gaúcha, gaúcha tu arrebenta heim, parabéns pelos textos,encantei com eles. Bjs

    ResponderExcluir
  28. Oi Karol!
    Menina, como você escreve bem!
    A cada texto que eu leio aqui fico mais apaixonada pelo jeito que escreve!
    Beijos

    http://senhoritamarmelada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, sério, dá uma alegria que não tem como descrever ler isso ♥

      Excluir
  29. Amei o texto, maravilhoso! <3
    Beijos princesa!

    http://blogdakah.tk

    ResponderExcluir
  30. genteee, que texto lindo! Dá até um arrepio na nuca..

    ResponderExcluir
  31. Queeeee amoooor! Como não amar seus textos, sinceramente, um melhor do que o outro. Fiquei com gostinho de quero mais, por favoooor, escreve o desfecho, hahaha. Obrigadaa kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karina, vou escrever sim! ♥ Muito obrigada linda.

      Excluir
  32. Depois de ter comentado o outro lado da história, precisei vir aqui também rs ♥ Que texto apaixonante, e que história, viu? Também apoio a continuação. Acho que vai ficar incrível. Você sempre arrasa na escrita.

    ResponderExcluir
  33. Tinha que ler essa parte também, e não decepcionou. Amei o texto, amei a maneira como você descreve os sentimentos dos personagens... Ficou lindo!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  34. que texto lindo, me vi nele.
    estou apaixonada por todos os textos daqui <3
    eu simplesmente amei seu blog. seguindo <3
    http://dose-of-poetry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.