Ads Top

Histórias imprevistas



Eu já perdi tanto tempo deixando pra depois. Deixando pra quando fizesse sentido. Deixando pra aproveitar e sentir só depois que eu pudesse compreender. Acreditando que nessa vida tão louca todas as coisas realmente tivessem que ter alguma explicação, algum sentido para existir ali, naquele momento.

Já perdi tanto tempo e tanta coisa boa tentando encaixar peças na minha cabeça quando na verdade elas nem estavam moldadas ainda. Quando na verdade, elas nem estariam moldadas um dia. Já deixei de viver tanta história na espera de um roteiro perfeito.

Porque é isso, as coisas nem sempre tem forma ou cor. Por mais difícil que isso possa ser de admitir. Nem sempre as histórias vão ser romances daqueles de livro onde a gente não quer que acabe mais. Às vezes elas são apenas poemas. Às vezes são daqueles que não importa quantas vezes a gente leia, não vão fazer sentido, mas que ainda assim vão dar aquele sentimento gostoso de que algo que a gente nem sabe o que é tá se preenchendo. E isso é realmente lindo. É realmente encantador. 

Demorei tanto pra descobrir essa sensação gostosa das histórias que não tem roteiros. Que não tem início, meio e fim. Que não tem sequer explicação. Demorei tanto pra abrir o coração pra esses amores de esquina que sempre estiveram ali, tão lindos, sorrindo para mim. Demorei demais pra descobrir que a vida é aqui, agora, com todas as sensações e imprevisões possíveis. 

A gente nunca sabe o que vai ser. A gente nunca sabe o que vai acontecer. Não importa o quanto a gente queira, não temos o controle sobre que caminho essas histórias que cruzam na nossa vida vão ter. 

Tem tanta coisa bonita esperando a gente pra viver. Esperando pra ser. Qualquer coisa. Sinceramente, depois de tanto tempo correndo contra, eu só quero aproveitar cada sensação, a cada esquina, sem me preocupar de início se vai virar poema ou romance.










6 comentários:

  1. Oi Karoline, vi a indicação do seu texto lá no blog da Kim (It's Kim) e amei demais!!! Tanta verdade em tão poucos parágrafos e escrito de um jeito tão lindo! <3 <3
    Acho que boa parte das coisas na vida a gente espera demais, exige demais e quer que seja de uma determinada maneira e acaba esquecendo do que está bem ao nosso alcance, o texto faz pensar nisso demais! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Miga sua louca, assim cê me mata! Que texto mais lindo. Achei motivador e provocador ao mesmo tempo. Eu sei que é contraditório, mas é o tipo de texto que cutuca um pouco ali aquela ferida sobre a nossa pressão interna. Mas ao mesmo tempo te motiva a seguir, te faz apaixonar pelo novo. Eu acho que o texto coincidiu muito com a minha atual vibe, por isso que tirei muito do teu texto. Mas sabes que adoro o teu talento pra escrita ne? Você escreve como se escolhesse as palavras uma por uma e o conjunto final é sempre um texto arrasador. Obrigada pelas palavras. Pelo pequeno cutucão de “se liga e siga em frente” e pela dose de motivação pra continuar. Como você mesma falou, tem muita coisa bonita por ai esperando a gente. <3 Beijo

    ResponderExcluir
  3. Texto incrível!
    É isso mesmo, a vida acontece quando a gente menos espera. Quando a gente não tá planejando cada segundo, nem morrendo de ansiedade; as melhores histórias moram aí.
    A gente deixa mesmo de viver muita coisa esperando o "momento perfeito", quando na verdade, ele é agora.
    Obrigada por isso.

    Mil beijos.
    Com carinho,
    Beca; Café de Beira de Estrada

    ResponderExcluir
  4. Mulher eu nem terminei de ler o segundo paragrafo já tava chorando. Meu coraçãozinho não aguenta assim não.
    Me identifiquei demais com esse texto, a gente fica esperando o momento perfeito e pá a vida passou e a gente não percebeu que momento perfeito é agora e quem faz é a gente.
    Lindas palavras!

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Conheci uma pessoa que disse o seguinte, "se passado fosse bom, seria presente", pois é, não pertencemos mais a esse lugar, àquele tempo, ou às pessoas que convivemos (+seja lá o que for)! O nosso presente é nosso presente. São oportunidades dadas que precisam ser agarradas e vividas, senão o tempo passa, e perdemos o que há de mais precioso em nossas mãos: nossas vidas. Seu texto é bem profundo. Consegui captar cada emoção, cada parte do sentimento expresso. O amor é sim lindo e possível. O amor existe. Podemos criar histórias com ele e vivermos cada uma...

    Amei Karol, como sempre você vem e me arranca suspiros e reflexões com seus textos!
    Beijos,

    Blog Senhorita Deise

    ResponderExcluir
  6. Oi Karol, tudo bem? Que texto mais leve e gostoso de ler. Conforme fui lendo lembrei de várias situações nas nossas vidas. Esperamos a situação perfeita, o momento certo, a pessoa ideal, porém deixamos de fazer muitas coisas pois as vezes esse "momento" tão sonhado por nós talvez não chegue. Até lembrei de algo que minha mãe sempre fala com relação a guardar roupas para uma ocasião especial, ela diz que quem faz o dia especial somos nós mesmos. Parabéns pelo texto. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.