Ads Top

Não posso ocupar esse lugar



Não deixei você falar. Tive medo de querer ficar. De não estar pronto para aquilo tudo que você me oferecia e acabar te machucando com as minhas próprias inseguranças. 

Não deixei nosso destino ter a chance de existir, não quis pagar pra descobrir. E não me leve a mal, não foi falta de sentir. Você ganhou meu coração naquele primeiro sorriso meio envergonhado. Você me ganhou inteiro em cada segundo que passou do meu lado. 

Mas eu não sou quem você merece. Eu não sou o cara que você procura pra dividir cada pedaço da sua vida. Eu não posso te oferecer de volta nem metade do que você me oferece. E seria injustiça minha ficar aqui, nesse lugar em que apesar de querer tanto, eu não me encaixo bem. 

Não deixei você falar. Só iria machucar mais ainda ouvir as suas juras de amor tão sinceras e saber que eu jamais seria o amor que você merece. Só iria machucar saber que eu jamais seria capaz de retribuir. 

Vai doer. Aqui e aí. Vai fazer falta, mas eu não posso ficar. Não posso ocupar esse lugar. Eu espero que você possa me perdoar, mesmo que não seja capaz de compreender, mas, eu não posso correr o risco de te ferir com os meus próprios problemas não resolvidos. 







Um comentário:

  1. Foi tu ou eu que escreveu isso? Porque olha, é muito parecido com o que eu faço e como penso. Parece que sempre que conheço alguém, acabo gostando da pessoa, percebo que minhas confusões podem afetar a pessoa e magoar ela. Não acho justo compartilhar com outros e fazê-los sofrerem ou se preocuparem também. Então eu sumo, eu termino algo antes mesmo de iniciar. Isso aconteceu alguns meses atrás, fiquei muito amiga de um garoto, ele sofreu um acidente e passei vários dias visitando ele no hospital, então acabei me apegando, percebi que estava me apaixonando. No meio disso tudo, ele me beijou, eu gostei, beijei de volta e foi assim por vários dias. Até eu ficar com medo e receio por ele, então me afastei. Sinto saudades do que senti, mas acho que ele está melhor sem mim e sem minhas confusões. E é assim que continuo solteira, sozinha e meio indisponível. Pelo menos enquanto ainda for cheio de confusões dentro de mim.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.