Ads Top

Saudades triviais

Saudades triviais







Você me fez sentir falta de coisas que até poucos dias atrás eu nem sabia que gostava. Essas coisinhas que na pressa de aproveitar cada momento daqueles nossos dias limitados passaram despercebidas. Coisinhas tão pequenas que foram se criando com a convivência e que a gente só percebe o quanto fazia bem quando já não pode mais ter. 

Sabe, eu nem tinha reparado também. Mas é que volta e meia o pensamento vaga para aqueles dias em que eu torcia que o tempo esquecesse de passar por ali só pra aproveitar um pouco mais o seu abraço. Para aqueles momentos em que a conexão era tão gostosa que eu não queria que acabasse. 

Volta e meia me pego sorrindo lembrando daqueles bons dias pela manhã precedidos de um beijo terno enquanto os olhos se acostumavam com a claridade que começava a invadir o quarto. Dos seus pés procurando os meus embaixo das cobertas numa falha tentativa de esquentar meu corpo que insistia em permanecer gelado. 

Dos seus dedos entrelaçados nos meus enquanto fingíamos que o tempo não ia passar com algum assunto trivial. Seus olhos sorrindo para mim enquanto me fitavam inteira. Do jeito carinhoso que você cobria minhas costas para que eu não acordasse doente. Eu roubando você a noite toda, por noites seguidas.

Sabe, essas coisas tão triviais e ao mesmo tempo tão íntimas que a gente conquistou naqueles dias. Essas coisas que eu nem conhecia até ali e que agora dão saudade cada vez relembro. Coisas tão pequenas que com certeza ainda vão virar muita poesia por aqui. 


Um comentário:

  1. São esses pequenos detalhes que fazem a diferença e tornam nosso dia melhor e nos fazem ter boas lembranças com aquela pessoa especial!

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.
UA-80596339-1