Ads Top

Sobre aquela tarde chuvosa de abril



Nós nunca fomos próximos. Nem somos. Não somos aquele clichê de casal das histórias que se apaixonam num piscar de olhos. Nem sei se somos sequer uma possibilidade de casal, apesar de termos nossa história clichê pra contar também. 

Você​ sabe, aquela tarde chuvosa de abril que saiu tanto dos planos e virou história pra contar pros netos um dia. Aquela tarde chuvosa que sem a menor explicação me fez querer ter mais tempo ali, com você. 

Talvez tenha sido o chocolate quente que ficou pela metade na minha xícara. Talvez tenha sido o tom tão leve que a conversa seguiu. Talvez ainda, tenha sido o elevador e o escuro daquele oitavo andar até então desconhecido. Dizem que elevadores tem mesmo essa fenda que faz com que o casal que se encontra lá dentro magicamente mude a forma de se ver. Não sei, talvez. 

Eu ainda aposto naquele desfecho inesperado. Na combinação de todos os fatores que decidiram entrar em cena quando o plano já dizia: fim do dia para o casal que está se conhecendo. Na conversa esperando um crepe e no senhor que nos considerou bons ouvintes para nos contar a sua vida. Nas bençãos que recebemos e nem sabíamos se queríamos. Nas infinitas possibilidades que ali nos sorriram.

Talvez tenha sido apenas a junção de todos esses fatores. Talvez ainda, não tenha sido nenhum deles. Talvez simplesmente não aja a menor explicação pro sentimento que uma única tarde chuvosa e alguns sorrisos seus iluminando aquele dia criou em mim. 

A parte boa é que sentimentos bonitos assim não precisam ser explicados. E apesar de não precisarem também ser partilhados, quero poder dividir com você. Pra quem sabe a gente juntos poder compreender.







2 comentários:

  1. Que texto incrível, Karoline! Nem sei o que dizer! Dou-lhe os devidos parabéns pelas palavras que acabei de ler.
    Ganhou mais uma leitora.
    Um abraço...
    Tayná Carolinne
    https://edificacaoparticular.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Amei o texto Karol! As palavras foram sinceras e super bem descritas, me prendeu a leitura do início ao fim e super me fez imaginar o casal da imagem! <3
    xoxo

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.