Ads Top

Terminamos antes mesmo de começar e eu não faria nada diferente



Eu não mudaria nada. Nenhum mísero detalhe. Nenhuma vírgula sequer. Em algum lugar desse caminho que chamamos de vida a nossa possível história se perdeu, a distância das nossas mãos que nunca chegaram a se prender direito aumentou e cada um de nós seguiu por um lado diferente. Mas ainda assim, eu não faria nada diferente. 

Você era uma possibilidade linda. Nós éramos uma possibilidade linda. Poderíamos ter sido mais, poderíamos ter sido menos. E pra ser sincera, nada disso importa, porque do nosso jeito, nós fomos. E ponto. Nem mais, nem menos. Fomos. E foi lindo. Tão lindo que eu não mudaria nada de lugar, nem que isso pudesse tornar real a chance de você ficar.

Histórias acabam muitas vezes antes de começar, de fato. Histórias de amor, também. E nós temos duas opções: lamentar o fim ou ser grato por ter existido. E, meu bem, seja qual for o rumo que sua vida seguiu, eu sou grata por ela ter cruzado a minha em algum momento. Sou grata pela curta história que tivemos, mesmo que ela mal tenha tido tempo de começar. 

Nos prendemos tanto na ideia de mantermos as coisas que esquecemos que algumas vezes só precisamos aproveitar o que nos vier, da forma que nos vier. Você surgiu e logo se foi, mas a sua passagem por aqui foi linda e me deixou de presente memórias e sensações que jamais vão ser esquecidas. 

Talvez pudéssemos ter sido mais, talvez pudéssemos nem ter sido. Nós terminamos antes mesmo de termos a chance de começar, mas eu não faria nada diferente. O que fomos foi lindo.



Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.