Ads Top

Se você quer ser minha namorada



Se você quer ser minha namorada, precisa saber que eu não durmo com a luz acesa e que acordo ranzinza com qualquer iluminação atingindo abruptamente o meu rosto. Mas que eu acordarei contente se meu sono for interrompido por constantes beijos seus em efeito cascata. 

Precisa saber também que eu costumo acordar de mal-humor e será bem possível que, apesar dos beijos, eu resmungue qualquer coisa, embora por dentro eu esteja imensamente satisfeita.

Se você quer ser minha namorada, precisa saber que eu serei uma velhinha bem da paz!

Que eu tenho o péssimo hábito de não deixar as coisas em seus devidos lugares.

Que eu sairei do meu eixo quando você apontar na soleira da porta enquanto eu estiver lendo Quem é você, Alasca, me iscando para qualquer programa a dois. Não será difícil eu me render a duas palavras suas depois de um afago e de algumas promessas. Aquelas bregas, de amor.

Se você quer ser minha namorada, deve saber que sou indecisa. Bem indecisa. Encontro todas as variáveis possíveis e até as impossíveis.

Prefiro o certo a arriscar. 

Talvez você pense que isso nos fará ter uma vidinha monótona, mas eu prometo ser imprevisível quando você estiver desprevenida. Chegarei com duas passagens de avião para África e uma proposta em um papel rabiscado com minha caligrafia de sempre.

Se você quer ser minha namorada, há de entender meu gosto pelo barulho e a desnecessidade de briguinhas por ciúmes. 

Mas se aparecer uma pessoa de gestos e palavras impróprias, querendo levar você para longe de mim, eu buscarei força dentro de mim e te mostrarei o porque eu quero que você continue comigo. Vou te fazer perceber que não, você não quer ficar longe de mim.

Não serei louca. Serei inteira de você. 

Se você quer ser minha namorada, terá de ser minha melhor amiga quando meus rancores se esvaírem em lágrimas de dor. Seu colo será meu divã terapêutico e suas palavras serão meu remédio. Sugiro que você cante para mim nesse momento. Cante uma daquelas músicas que fazem meus pés ganharem vida própria e quererem caminhos novos. Caminhos de descobrimento.

Peço que você não ria depois, me contando como sou feia enquanto choro, imitando minhas caretas. Isso me irrita e eu te faria cosquinha até você ficar toda roxa. E então eu te beijaria até o seu fôlego voltar.

Se você quer ser minha namorada, precisa entender minha timidez e minha preferência por passeios em que só estejamos nós duas.

Que eu terei vergonha da sua mãe, por mais agradável que ela seja; e dos seus irmãos também. Mas para você eu me abrirei aos poucos, e você me folheará em leitura diária, descobrindo tantas outras coisas que nem eu mesma sabia.

Depois, deitaremos lado a lado, com os rostos em contato, respirando o sorriso demente que nos escapará dos lábios. Falaremos de futuro, de filhos e eu a abraçarei inteira, num prenúncio de amor.

Estaremos planejando uma vida juntas, dia após dia. Montaremos um alicerce forte e resistente para aguentar nossa relação pelo resto de nossas vidas.

Eu  vou estar aqui por você, pra sempre, e eu quero muito que você esteja aqui por mim.

Se você quer ser minha namorada segure minhas mãos através de todas as situações.

Eu prometo proteção, carinho e amor pela eternidade.

Para você vou entregar, aos poucos, meu corpo e minha alma. Se você quer ser minha namorada, cuide bem deles, por favor.



Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.