Ads Top

Me perco para renascer


 

Sou um vendaval de emoções. Sentimentos tintilam a flor da minha pele, quase imperceptivelmente. 

A intensidade se mostra a cada segundo mais aguda, me perco várias vezes com medo, insegura e as vezes, parece ser insuportável.  Tateio o escuro, sinto o desespero quase fazer parar de entrar ar, mas o ignoro, preciso. Eu sei, já o deixei tomar conta muitas vezes e cai onde não quero retornar. Nunca mais.

Ele se foi, foi melhor.  Me encontro sozinha.

Tropeço.

Me canso de mim mesma, de lutar. É o meu limite?

Penso em desistir, de jogar tudo para o alto, eu não sei se consigo vencer.

As horas passam, estou aqui sentada, respirando freneticamente, querendo chorar.

Depois de algum tempo, me dou conta, do quanto me cobro. Do quanto sinto em êxtase. Me dobro, me despedaço. Desgasto meus dias, com uma ansiedade que não me leva a lugar algum.
Está tudo bem, estar no meu limite, hoje.

Partirei por passos de cada vez, engolindo meus devaneios por fragmentos.

Me deito, me cubro, durmo. Nada pode abalar os invadir meus sonhos.

Amanhã renasço, reinvento e revejo meu próprio Sol.


http://www.entregalaxias.com.br/

Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.