Ads Top

Quando alguém se torna parte da gente



Quando aquela pessoa, aquela pessoa aparece, você sabe. O coração sempre sabe, acelera, avisa e a gente disfarça, porque dá medo. Um medo que a gente nem consegue entender o porque ele existe. E quando se torna reciproco, dá mais medo ainda.
Só que esse medo, torna-se a coisa mais linda, quando os olhares se encontram, e gritam: Eu te amo.
Em uma vida a dois, a gente faz tudo certo e muitas vezes errado, mas não dá para negar: Nos tornamos um.
Cada dia que passa, cada manhã, é uma nova surpresa, mais um fio se cruzando, como uma aranha construindo sua teia. Para no final do dia, estar segura, firme, e no dia seguinte, começa uma nova teia a ser feita.
São para os corajosos, essa entrega, o entrelaçar das mãos, mesmo distantes. É preciso coragem para se dar todo dia, dar confiança. Se fazer presente, nos dias chuvosos e limpos. Dedicar seu tempo, se deslocar para encontrar o riso do outro. Não é para qualquer um, ter amor total e respeito no suor e encontro de peles.
É estar longe, mas perto.
Apostar tudo, entregar todas as cartas, e jogadas. Render-se sem se preocupar em se arrepender.
E, mesmo que tudo isso termine um dia, não mente, não. Uma parte sua se se vai, e uma do outro, fica.


http://www.entregalaxias.com.br/
 

Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.