Ads Top

Segura meu coração e conserta o que você fez



Toma. Segura. Sei que vai se assustar com a situação. Está bem feia. Mas foi você quem causou.

Costura. Costura tudo que estilhaçou. Ele tá pedindo socorro e eu sozinha não vou conseguir tapar os buracos e cicatrizes que nele vai perdurar. Sutura o meu coração.

Assim como todas as vezes eu te apoiei, te segurei mesmo sem nem aguentar minhas próprias pernas.

Faz isso por mim. Conserta pelo menos metade do que provocou. Por nós, pelo que fomos. Mesmo tendo desconsiderado tudo e escolhido partir. Eu sei que me amou. Então é a última coisa que te peço.

Ou pode levar ele com você também. Quem sabe assim, dê menos trabalho. Joga ele no lixo, deixa na sua estante, ou guarda em um potinho de vidro no seu quarto para você parar e observar nos dias que o sono não vem: Sua obra de arte. Quem sabe assim, eu não sinta nada. Se levá-lo vai me poupar a dor, linha e agulha. Nunca fui boa em remendos, eles sempre se desfazem vez ou outra, me fazendo refazer os pontos.

A decisão é sua.
Mas saiba que eu não vou morrer em nenhuma das duas escolhas.
E isso é o que mais importa.


Um comentário:

  1. Oi, Joyce, boa noite!!
    Seu belo e pulsante texto retrata com fidelidade o que tantas vezes acontece: a súplica para que quem causou um grande mal faça um piedoso bem... Mas, se tal pessoa pudesse ser piedosa ou tivesse o mínimo senso do que o relacionamento representou, já não teria feito o primeiro mal... E, se tal bem tem que ser piedoso, poderá ser, de fato, um bem?!
    Penso que o que nos poupa de muita dor, linha e agulha é aproveitar a única coisa razoável de tudo: enxergar quem a pessoa realmente é, e nos perguntar, e perguntar, e perguntar se ela merece alguma coisa, alguma dor, alguma linha em nós...
    Haverá alguém que não fira corações em nosso caminho! Não morrer, achar e trocar conquistas com tal pessoa é o que mais importa...
    Um abraço carinhoso
    Ângelo Feinhardt, Fe

    ResponderExcluir

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.