Ads Top

Eu tô sempre pensando em você



Não parece. Quase nem comento sobre isso. Eu sei que como já se passou um tempo que já não nos falamos eu dou a impressão de que totalmente segui em frente.

E não vou mentir não... Segui sim.

Só que isso não impede que vez ou outra eu acabe lembrando de você ou então que por alguma razão eu te sinta muito perto. Acho que numa dessas alguém também te mostra ou te diz alguma coisa que também te faz lembrar de mim.

A diferença das outras vezes para agora é que... Eu não tenho mais vontade de chorar, não me sinto triste e a sua falta, ela quase não é mais sentida. De uma maneira ou de outra nós dois achamos que foi melhor assim. Nisso nós conseguimos concordar.
Você tem lá suas questões para resolver, para amadurecer, para encarar. E eu...

Nossa. Eu tô bem. Tô me transformando e tenho fé que algo muito bom está para chegar.

Eu não te desejo o mal não, cara. Mesmo com todos os seus erros, eu acho que tudo isso é passageiro, assim como você também foi.

Eu espero de coração aberto que alguém dê continuidade ao que eu estava fazendo, pois tenho a leve sensação que se não rolar, você vai continuar se perdendo achando que tá correto.

Mas o que tiver que acontecer, tá no tempo dEle. Tá no tempo certo.

Eu penso em você, mas tá diminuindo. Tá cada vez menos. Eu não tô sofrendo, não tá doendo.

E eu tenho certeza que isso é mais do apenas um mero momento.
Tô te deixando ir, "gêmeos".


Nenhum comentário:

Entre Cartas e Amores - Blog de textos, comportamento, amores e resenhas literárias. Conta pra gente o que você achou ♥

Tecnologia do Blogger.